• Programa de Estágio

Centro Antigo

09/03/2017 14:03

Reforma das ruas do Comércio beneficiam pedestres e ambulantes

Quem vive a rotina de se locomover à pé pelo comércio informal nas ruas do bairro do Comércio, em Salvador, agora fará isso com mais segurança e conforto. As calçadas estão sendo alargadas, ganhando rampas de acessibilidade, piso tátil, travessias para pedestres, além de faixa de serviços ao longo do passeio, onde deverão ser alocados postes, lixeiras e dispositivos de sinalização para facilitar o acesso de pedestres e pessoas com necessidades especiais.

As obras que estão sendo realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), integram o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, que compreende também a recuperação da pavimentação de mais 260 vias, nos 11 bairros que formam o território.

Na Rua Riachuelo, por exemplo, o comércio informal funciona numa área de 662 metros quadrados, onde cerca de 100 ambulantes comercializam os mais variados produtos. Ali, dona Zoraide Vitória de Oliveira trabalha, diariamente, há 12 anos. “A obra trouxe melhorias. Agora, quando chove a água não fica acumulada, sem falar que os clientes podem passar sem medo porque não tem mais buracos”, declara.

A poucos metros, Renilton da Hora Santos acrescenta que está mais confortável e avalia como positiva a obra: “Antes eram muitos buracos, ficava difícil até para organizar o material. Tá melhor”, avalia o resultado da obra, com a requalificação dos passeios, após a demolição da antiga pavimentação, regularização e compactação do solo, aplicação de concreto e instalação de piso tátil e granito.

Em outro ponto da região, na Rua Pedro Rodrigues Bandeira, as condições precárias dos passeios deram lugar ao piso uniforme, aprovado pelo feirante Hebert Bras, que comercializa frutas e verduras há 10 anos no local. Para ele, a obra do Governo do Estado ‘é show de bola’.

Pelas Ruas
As intervenções estão melhorando o acesso das pessoas a diversos pontos do Centro Antigo de Salvador, bem como tornando mais confortável a mobilidade por ruas, praças e travessas.

O projeto foi planejado para ser executado por etapas, simultaneamente, em diferentes pontos do Centro Antigo. Assim, os bairros próximos foram interligados por cinco lotes. Ao todo serão investidos R$ 124 milhões para a pavimentação de vias e requalificação de calçadas.

Os serviços nas ruas do Comércio integram o lote 1 do projeto, que compreende também o bairro da Calçada, onde estão sendo investidos R$ 28,2 milhões para a requalificação de 55 vias nesses dois bairros.

Fonte: Ascom Dircas/Conder
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.